Inicio
Imprensa
Notícias
Conselho de Administração da Corsan aprova proposta de PPP para Região Metropolitana

Conselho de Administração da Corsan aprova proposta de PPP para Região Metropolitana

Governo do Estado do Rio Grande do Sul
14/07/2017
 

O Conselho de Administração da Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) aprovou, na tarde desta sexta-feira (14), a proposta de Parceria Público-Privada que prevê a universalização do saneamento na Região Metropolitana de Porto Alegre, em um prazo de 11 anos. O Conselho Gestor do Programa Estadual de Parceria Público-Privada (PPP) do governo do Estado já havia examinado e aprovado o projeto no início do mês.

O presidente da Corsan, Flávio Ferreira Presser, falou sobre as etapas do processo. 'O parecer emitido (pelo Conselho Gestor) foi favorável, passando agora à análise do Conselho de Administração. A próxima etapa prevista no processo será o lançamento da consulta pública e a audiência pública, seguida do processo licitatório', explicou Presser.

A equipe responsável pelo projeto apresentou ao Conselho os principais pontos que envolvem a modelagem e o escopo da contratação. O investimento corresponde a R$ 1,85 bilhão para a universalização dos serviços em até 11 anos nas nove cidades beneficiadas que são Alvorada, Viamão, Gravataí, Cachoeirinha, Canoas, Guaíba, Eldorado do Sul, Esteio e Sapucaia do Sul. Os municípios foram priorizados em função da grande concentração populacional e por contribuírem para dois dos dez rios mais poluídos do país, o Sinos e o Gravataí.

O contrato prevê a gestão por resultado, o controle social e a transparência, além de um verificador independente que funcionará como uma auditoria no acompanhamento e fiscalização dos serviços.

O secretário de Obras, Saneamento e Habitação, Fabiano Pereira, reforçou o ganho social do projeto. 'Estamos tratando de mais saúde e geração de renda por meio de 32,5 mil novos empregos que a Parceria poderá proporcionar. São ações que terão reflexos na qualidade de vida de toda a população do Estado do RioGrande do Sul', destacou.

Para o presidente do Conselho de Administração da Corsan, Augusto Arnold Filho, 'estamos dando um grande passo para a Corsan e para o Estado. Com a Parceria, vamos ajudar a garantir mais investimentos inclusive nos municípios que não estão no escopo da PPP, porque a Corsan poderá concentrar esforços aí', falou.

Informações sobre a Parceria pelo Futuro em desenvolvimento pela Corsan podem ser obtidas no site www.parceriacorsan.com.br.

Texto: Ascom SOP

Edição: Denise Camargo/Secom

O investimento corresponde a R$ 1,85 bilhão para a universalização dos serviços em até 11 anos (Foto: Divulgação SOP)

Outras Notícias

Copyright 2013 - Instituto Trata Brasil - Todos os direitos reservados.