Inicio
Institucional
ITB na mídia
Notícias ITB
Países propõem que a água seja um bem comum de todos

Países propõem que a água seja um bem comum de todos

O Debate
12/12/2017
 

Durante seminário em São Paulo, Brasil, Argentina e outros países da América Latina concordaram elaborar um documento com um termo de referência para água como um direito fundamental de todos. O texto será apresentado no Fórum Mundial da Água e no evento alternativo (Fama) que acontecem pela primeira vez no Brasil, em março de 2018, em Brasília.

Segundo dados da Organização das Nações Unidas (ONU), 663 milhões de pessoas em todo o mundo não recebem água de qualidade. Edison Carlos, presidente executivo do Instituto Trata Brasil, menciona as estatísticas do Brasil. “Cerca de 34 milhões de brasileiros não têm acesso à água potável e 50% da população não possuem coleta de esgoto. Além disso, somente 42% do esgoto têm algum tipo de tratamento”, afirma Carlos no seminário.

Juan Velasco, da Fundación Ecologista Verde, da Argentina, defendeu que o termo de referência conjunto contemple três pontos principais: 1) acesso à água garantido para todos e que o bem não seja tratado de forma mercantilista; 2) reconhecimento da água como um direito humano, essencial à justiça social e ao meio ambiente; e 3) que as futuras gerações tenham garantia de acesso. “Temos de buscar alianças nesse sentido, promover a governança, participação social nas decisões e, principalmente, o acesso às informações”, afirma Velasco.

Fonte: Letras e Fatos

Outras Notícias

Copyright 2013 - Instituto Trata Brasil - Todos os direitos reservados.