Santos

Santos, situado no litoral sul de São Paulo, é um dos maiores municípios brasileiros que apresentam dados de saneamento satisfatórios por anos. Desde o início da elaboração do Ranking do Instituto Trata Brasil, em 2009, a cidade do litoral paulista figura nas primeiras posições. Nas primeiras edições, Santos chegou a estar na 1ª colocação; com o passar dos anos e a evolução de outros municípios brasileiros, a cidade não ficou mais entre as 10 primeiras, mas ainda é um caso a ser exaltado por manter indicadores altos de saneamento.

Ocupando a 12ª posição no Ranking de 2018, a cidade abastece 99,99% da população com água tratada, 99,88% têm acesso à coleta de esgoto e 97,63% é tratado.

Outro indicador que merece destaque são as perdas de água na distribuição. No ranking atual, 17,25% da água é perdida.

  Indicador de atendimento total de água (%) Indicador de atendimento total de esgoto (%) Indicador de Esgoto Tratado por água consumida (%)
2013 99,97 98,50 76,84
2014 100 98,54 97,60
2015 100 99,88 97,60
2016 99,99 99,88 97,63

 

Que esforços foram feitos na gestão do saneamento local que fez com que se chegasse a esta posição tão boa? 

A Sabesp investiu, nos últimos 10 anos, cerca de R$ 490 milhões em melhorias e expansões dos sistemas água e esgoto de Santos, fazendo com que a cidade alcançasse padrão europeu de saneamento. Atualmente, o município é um dos poucos no país que atingiu a universalização destes serviços (100% de fornecimento de água tratada, coleta e tratamento dos esgotos).

Neste mesmo período, os investimentos na ampliação do acesso às redes de esgotos na Baixada Santista ultrapassaram os R$ 2 bilhões, em redes coletoras, estações de bombeamento e sistemas de tratamento que recebem os dejetos coletados nas moradias e devolvem o efluente em plenas condições de retornar ao meio ambiente, contribuindo na despoluição de rios e praias da região.

Quanto em investimentos foram feitos nos últimos 5 anos?

Foram investidos cerca de R$ 69 milhões.

O que você destacaria como os fatores mais importantes para esse avanço?

A cidade de Santos possui longa história na área de saneamento, pois foi alvo de importantes obras do Patrono da Engenharia Sanitária Nacional, Saturnino de Brito, desde o início do século XX. Desta forma, destacam-se a vontade política, as necessidades e exigências dos moradores, além da preocupação da Sabesp em levar mais qualidade de vida à população.

Entendemos que obras de saneamento influenciam positivamente na saúde pública, pois se estima que a cada R$ 1 investido em saneamento outros R$ 4 são economizados em saúde; no meio ambiente, com a preservação de rios e praias; e até mesmo na economia de cidades como Santos, que possui grande potencial turístico.

 

Veja as fotos

(11) 3021-3143
tratabrasil@tratabrasil.org.br