Projeto realizado pelo ITB aponta crescimento na qualidade de vida com a melhoria dos serviços de água e esgoto na cidade de Manaus

Moradores das comunidades relatam que a chegada do saneamento básico na região impactou na redução das doenças de veiculação hídrica

Um dos eixos de projetos do Instituto Trata Brasil, “Trata na Comunidade”, que já avaliou comunidades no Nordeste, Sul e Sudeste brasileiro e, em 2021, chega a Manaus (AM), onde recentemente o serviço de água tratada chegou a moradores habitando áreas de palafitas, becos e rip raps.

Este tipo de projeto conduzido pelo Trata Brasil visa ouvir moradores(as) de comunidades vulneráveis que há tempos convivem com a ausência dos serviços de água e/ou esgotamento sanitário. Em Manaus, o projeto esteve em três comunidades para aplicar uma pesquisa social a fim de entender quais foram as principais mudanças ocorridas com a chegada da água tratada. A cidade passou, recentemente, por reestruturação de prestação dos serviços de saneamento básico e uma das prioridades, de acordo com a nova concessionária, têm sido o atendimento dessas comunidades.

Na pesquisa foram ouvidos 1.046 moradores dos bairros: Compensa, Redenção e Cachoeirinha. Os resultados da pesquisa demonstram que 97% dos moradores dos três bairros contemplados na pesquisa afirmam terem mais dignidade após o acesso à água tratada. De modo geral, 93% estão satisfeitos com o serviço sendo ofertado, quando antes o índice era de apenas 40%. Já a confiança na qualidade da água entregue às moradias avançou de 45% para 81%.

Para 81% dos entrevistados, a saúde e a qualidade de vida mudaram para melhor depois da chegada do serviço de água potável. Os benefícios mais citados pelos moradores foram a melhoria na qualidade de vida, ter água tratada todos os dias e a regularização do domicílio.

Questionados quanto a frequência com que ficavam doentes, observou-se que muitos ficavam doentes mais de 3 a 4 vezes ao ano, mas que depois do acesso à água tratada esse adoecimento caiu muito.

Os resultados da pesquisa apontam os diversos benefícios que o acesso ao atendimento adequado à água e ao tratamento de esgoto refletem na qualidade de vida para a população, reduzindo doenças de veiculações hídricas e, consequentemente, aumentando a saúde local, para que os habitantes possam viver com dignidade.

Os prestadores de serviços de saneamento de uma maneira geral têm um papel fundamental para a manutenção e melhoria do atendimento de água e tratamento de esgoto. Portanto, quando se prioriza acesso à água tratada, é notório observar a melhora na qualidade de vida das pessoas, sobretudo em relação à saúde. Outro ponto observado constantemente, e não somente nesta pesquisa, é que as pessoas passam a se ver como parte da cidade, ao serem consideradas nos sistemas oficiais de infraestrutura básicas, com contas de água indicando um nome de rua e CEP; em Manaus não foi diferente, a chegada da água por rede colocou estas famílias definitivamente no mapa da cidade.

Para ver mais dados da pesquisa, o Instituto Trata Brasil disponibiliza uma apresentação no www.tratabrasil.org.br, além de um vídeo com depoimentos dos participantes do trabalho.

NEWSLETTER

CONTATO

(11) 3021-3143