Logo Trata Brasil

>Estado da Região Sul é um dos exemplos positivos do país em saneamento básico 

Paraná apresenta seis municípios entre os 20 melhores no Ranking do Saneamento 2022

Com um dos melhores indicadores de saneamento do Brasil, o estado do Paraná abriga cerca de 11,5 milhões de habitantes. No estado da região Sul, a população com acesso à água potável corresponde a 95,3%, enquanto 74,4% dos habitantes são atendidos com coleta de esgoto. Em relação ao  tratamento de esgoto, Paraná trata 74,6% dos esgotos gerados. Além disso, o estado desperdiça 34% da água potável nos sistemas de distribuição – média menor que a nacional (40,1%).

No Ranking do Saneamento 2022, o relatório divulgado anualmente pelo Trata Brasil, seis municípios do Paraná figuram entre as 20 melhores cidades do país, sendo essas: São José dos Pinhais – 3ª colocada; Cascavel – 8ª colocada; Maringá – 10ª colocada; Ponta Grossa – 11ª colocada; Curitiba – 12ª colocada; Londrina – 19ª colocada.

IN055 – Índice de Atendimento Total de Água
20102011201220132014201520162017201820192020
88,3%89,6%91,0%91,2%92,0%92,8%93,3%93,7%94,4%94,7%95,3%
Índice de Atendimento Total de Esgoto
20102011201220132014201520162017201820192020
52,2%55,6%58,8%60,0%60,4%65,5%67,9%69,5%71,4%73,4%74,4%

Tabela 1 – Evolução dos serviços de acesso à água e coleta de esgoto no Paraná 

Durante os últimos 10 anos, o estado vem evoluindo nos serviços básicos. Em 2010, os habitantes com abastecimento de água eram de 88,3%, evoluindo em 7 pontos percentuais, Paraná atende 95,3% da população com o serviço e está perto de alcançar uma das metas estabelecidas no Marco Legal de Saneamento. No índice de coleta de esgoto, a melhoria é ainda mais evidente. No ano de 2010, os habitantes atendidos com coleta de esgoto eram de 52,2% – pouco mais da metade da população. Em 2020, o serviço chega para 74,6% dos moradores – uma evolução de 22,4 pontos percentuais.

A melhoria do saneamento básico é resultado do investimento realizado pelo estado paranaense. Dados presentes no Painel Saneamento Brasil apontam que Paraná investiu quase R$ 1 bilhão nos serviços de saneamento, mostrando que universalizar o acesso à água e esgotamento sanitário é uma das prioridades para a população. Como um dos impactos positivos, mais de 12 mil foram gerados pelos investimentos em saneamento.